sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Anomia Rubro-negra, What's porra is that??



Quando criei esse blog, pensei em diversos nomes que tivessem uma representatividade ampla, que pudessem expressar o que eu realmente pretendo com esse blog, ou seja, que pudesse representar minha vontade de escrever sobre o flamengo, como tema central, e diversos outros temas que venham a surgir com o tempo.

Eis que encontrei na anomia uma representatividade ideal do que me proponho a fazer deste blog. Um meio de comunicação que não possui regras, não possui limites ou restrição de temas, um blog onde reine a ausência completa de regras, tal como o significado de anomia. A palavra rubro-negra, claro, para representar o mais querido do mundo, tema que nunca faltará neste blog, desde sua disposição de cores até a organizção textual dos pensamentos aqui expostos. Por essas razões, acredito que aqueles que compartilham de um sofrimento grande por torcerem por times sem projeções numéricas nas arquibancadas, aqueles que , principalmente figuram certos clubes conhecidos como piadas portuguesas, aqueles que se localizam em laranjais, em colinas e até mesmo em lugares tão longíquos que um título e/ou movimento social de grandes massas ficam dificeis acesso, levando anos a chegarem, quando chegam, restando somente o lamento e o choro, não terão o menor prazer em prestigiar esse blog, mas saiba que serão sempre bem-vindos. Contudo, não quero me deter nestes seres sem maiores perspectivas, quero me ater ao mais querido do mundo.

A Anomia Rubro-negra vem justamente com o intuíto de compartilhar essa paixão mundial que transcende a qualquer explicação psicológica, social ou antropológica do que é ser Flamengo, explicação que se perguntada a qualquer outro membro de qualquer outra Instituição saberá lhe responder os motivos que o levaram a ser aquele sofredor que o é, mas nunca conseguirá alcançar tal resposta se perguntada a um digno rubro-negro carioca. Aquele que dorme pensando em flamengo, acorda pensando em flamengo e até nas horas vagas, em algum certo pensamento o remete ao mais querido do mundo - O FUDEROSÃO. Esse clube que consegue mobilizar milhões de torcidares rumo a um mesmo ideal, rumo a um mesmo objetivo... cantar, apoiar, gritar e comemorar... eis a máxima Rubro-negra, VENCER, VENCER, VENCER...




Enfim, caros leitores, assim como nossa sociedade passa por uma crise mundial de ausêcia completa de regras, ausência completa de padrões, de limitações, esse blog também passa, mas não por uma crise, mas sim por uma criação proposital de ausência de regras. Não quero me ater ao que deve ser escrito ou o que não deve, o que pode ou o que não pode. Sabe-se que não se deve matar e, no entanto, o que mais lemos e vemos nos jornais são mortes desenfreadas, mortes à luz do dia, morte à pouca luz da noite; sabemos que não se deve roubar e o que vemos? que somos a cada dia roubados na mais cara-dura, na mais ousadia de um sujeito sem limites, seja esse sujeito aquele de terno e gravata ou sandalha haviana, seja de revolver ou com apito, o que vemos é um total descontrole do poder, das regras, de uma sociedade cada dia mais perversa. Portanto, se uma sociedade se dá ao "luxo" de não ter regras, por que eu deveria impor essas regras nesse blog?



Saudações daquele que é extremamente apaixonado pelo mengão e que ainda acredita no HEXA!

1 comentário:

o flamenguista disse...

flamengo sempre!!!!!

Parabéns brother por essa iniciativa, acredito que expressar o amor pelo clube com suas idéias é uma otima forma de cativar novos torcedores.